Quer aparecer na 1ª página do Google? Parte 2: Aposte em SEO

Cenário Atual

Hoje no mundo existem mais de 3 bilhões de pessoas com acesso à Internet, destas aproximadamente 140 milhões encontram-se no Brasil, que é considerado na 4ª posição do rank mundial de usuários¹.

Partindo deste cenário, não podemos deixar de falar do Google, o qual processa a todo instante uma imensidão de consultas sobre os mais variados assuntos, são realizadas a cada segundo aproximadamente 40 mil consultas de pesquisas por meio do buscador do Google, isso representa por dia cerca de 3.5 bilhões de pesquisas e 1.2 trilhões ao ano no mundo².

Bom, com base nesses dados já é possível imaginar a importância de possuir um bom posicionamento no Google, concorda?

Então, para que isso seja alcançado é importante utilizar-se da estratégia de SEO.

Conhecendo melhor sobre SEO

Para quem ainda não conhece SEO, primeiramente vamos destacar o seu significado.

S - Search (busca, pesquisa)
E - Engine (mecanismo, motor, máquina)
O - Optimization (otimização)

SEO, é a famosa sigla do acrônimo do inglês Search Engine Optimization, ou seja, otimização do mecanismo de pesquisa ou otimizador do mecanismo de pesquisa.

A cada dia o mecanismo de busca do Google está evoluindo de acordo com a sua premissa, fornecer aos usuários resultados de pesquisa com uma maior riqueza na experiência.

O Google na hora de trazer o resultado da informação pesquisada considera mais de 200 critérios para definir a ordem de apresentação dos resultados. E anualmente sofre diversas revisões, chegando mais de 600 atualizações em seus critérios.

Com essa constante evolução, o Google fornece a cada dia resultados de pesquisa mais adequados aos usuários. Assim as pesquisas diárias: como fazer uma reserva, ou encontrar uma informação sobre uma empresa, ou ainda selecionar a receita de bolo de chocolate perfeita para o lanche da tarde, ficam a cada dia mais assertivas aos desejos do que o usuário realmente está procurando.

Qual é o impacto de SEO? 

Quantos de nós já ouvimos o dito popular: “Isto é apenas a ponta do iceberg?”

Sabemos que icebergs são gigantescos, que podem medir quilômetros. E o que a gente enxerga na superfície é apenas a ponta, a maior parte dele fica submersa, sendo que 90% da massa total do iceberg está oculta na água.

Com base nessa perspectiva podemos fazer um comparativo de iceberg com SEO.

SEO é como um iceberg, grande parte está escondida, mas tem um enorme impacto”.

O que dá sustentação para um iceberg é toda a massa oculta na água, invisível aos nossos olhos. Da mesma forma o SEO, que trabalha invisível aos olhos dos usuários para melhorar a apresentação e classificação do site nos mecanismos de busca. Enquanto você vê apenas o resultado do site, para que ele seja encontrado há uma centena de elementos trabalhando em conjunto com o objetivo de entregar o resultado mais adequado conforme a intenção de pesquisa do usuário.

Para quem já assistiu o filme Titanic, fica fácil perceber o grande impacto de se desconsiderar a parte submersa de um iceberg. No filme foi a parte escondida do iceberg que acabou causando o drástico acidente ao Transatlântico.

Se sua empresa não se preocupar em utilizar estratégias de SEO para fortalecer o posicionamento de seu site ou esquecer de cuidar dos diversos critérios de otimização constantemente atualizados e aprimorados, isso pode ser catastrófico para o seu negócio. Pois além de não aumentar suas vendas, você perde de vender para quem for encontrado, no caso seu concorrente.

Já pensou na hipótese de você não aparecer nos resultados de busca, ou se aparecer, não estar no topo, muito menos na primeira página dos resultados e no caso quem estiver aparecendo nos primeiros resultados  for seu concorrente, você está perdendo ótimas oportunidades de vendas. 

Por que o SEO funciona?

As estratégias de SEO são extremamente eficazes, isto porque essa estratégia funciona com foco em criar uma base firme para o seu negócio ser encontrado no Google.

Conforme apresentado na imagem abaixo podemos perceber como os resultados do Google estão sendo facilitados tornando muito próximo da dúvida real do usuário.

Outro aspecto interessante citar é que a cada dia é preciso menos cliques para encontrar o que se deseja. Em 2016, as respostas que os compradores obtiveram graças ao Google por meio da caixa de resposta rápida (SERP) ajudou nas tomadas de decisões de compras de muitos dos usuários.

Com base em tudo já citado, o SEO funciona porque são utilizadas técnicas para trabalhar no conteúdo e na programação do site de forma que ele seja entendido e processado pelo Google. Em outras palavras é fazer com que o site consiga expor a sua informação de forma clara, objetiva e estruturada para que se tenha uma boa indexação.

Essas técnicas contemplam desde o que está sendo escrito, quais palavras são chaves do seu site (palavras-chaves), a codificação limpa e correta, velocidade de carregamento, tratamento das imagens. Segundo o Google os três principais processos de retorno de resultados da pesquisa são:

  1. Rastreamento: processo pelo qual se descobre página novas e atualizadas para serem adicionadas ao índice do Google, esse rastreamento é realizado através do Googlebot.
  2. Indexação: é a forma como o Google organiza as informações rastreadas em um índice. Indexação então de maneira simples é estar nos dados do Google para assim aparecer nos resultados da pesquisa.
  3. Publicação: após ser rastreado, indexado o Google utiliza o processo de publicação para verificar se o site tem um conteúdo bom, relevante e útil para a pesquisa dos usuários.

Se você está interessado em saber mais sobre SEO, vale dar uma pesquisada no material que a própria Google disponibiliza para webmasters.

Conclusão

Para que seu site obtenha melhores posições além de tê-lo bem estruturado, com layout claro, responsivo e intuitivo, vale combinar ações de marketing de conteúdo para proporcionar uma experiência que realmente consiga atender as expectativas dos visitantes durante o seu acesso sem serem frustrados.

Por isso SEO é fundamental para que os resultados de pesquisa dos usuários sejam cada vez mais relevantes e assim realmente atendam ao que os usuários estão procurando encontrar.

Esperamos que este artigo tenha sido válido para você. Caso houver alguma dúvida, interaja conosco para que possamos trocar insights sobre este assunto. Abraços!

Referências:
¹ Internet World Stats (2016)
² Internet Live Stats (2016)